É urgente a reabilitação da Mata das Mestras, face ao seu estado de degradação e ao desejável desenvolvimento do seu potencial como espaço não apenas de produção florestal, mas também de lazer, podendo vir a constituir no futuro um ponto de atração para os Caldenses e visitantes

  O Vereador Jaime Neto apresentou a proposta para que fosse oficiado o ICNF – Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, solicitando um maior investimento na Mata Nacional das Mestras, Freguesia de Carvalhal Benfeito, espaço com grande valor ambiental e paisagístico. Jaime Neto referiu que a sua reabilitação é urgente, face ao seu … More É urgente a reabilitação da Mata das Mestras, face ao seu estado de degradação e ao desejável desenvolvimento do seu potencial como espaço não apenas de produção florestal, mas também de lazer, podendo vir a constituir no futuro um ponto de atração para os Caldenses e visitantes

Qual é o ponto de situação do “PEDU – Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano das Caldas da Rainha”, nomeadamente quanto às respectivas acções e verbas aprovadas e comparticipadas, bem como relativamente à sua taxa de execução até janeiro de 2020 ?

O Vereador Jaime Neto questionou o ponto de situação do “PEDU – Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano das Caldas da Rainha” nos seus diferentes planos, nomeadamente, o Plano de Acção de Mobilidade Urbana Sustentável (PAMUS), o Plano de Acção para a Regeneração Urbana (PARU) e o Plano de Acção Integrado para as Comunidades Desfavorecidas (PAICD),  solicitando … More Qual é o ponto de situação do “PEDU – Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano das Caldas da Rainha”, nomeadamente quanto às respectivas acções e verbas aprovadas e comparticipadas, bem como relativamente à sua taxa de execução até janeiro de 2020 ?

É fundamental a implementação da politicas locais de prevenção ambiental, visando assegurar a garantia que o nosso território concelhio não é muito afectado negativamente pelas subidas de temperatura

O Vereador Jaime Neto reforçou a necessidade de ser criado um “Plano Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas das Caldas da Rainha (PMAAC_CR)“, conforme apresentado em reuniões camarárias de 29/10/2018 e 04/11/2019, bem como de um “Plano Intermunicipal de Mobilidade Ciclável das Caldas da Rainha e Óbidos“, apresentado na sessão da Assembleia Municipal de 2015/02/24, … More É fundamental a implementação da politicas locais de prevenção ambiental, visando assegurar a garantia que o nosso território concelhio não é muito afectado negativamente pelas subidas de temperatura

Qual é o ponto de situação relativamente à proposta de implementação, em articulação com o Município de Óbidos, de um “Plano Intermunicipal de Transportes Urbanos das Caldas da Rainha e Óbidos (TOMA/OBI)” ?

O Vereador Jaime Neto questionou o executivo camarário e solicitou informações sobre o ponto de situação relativamente à proposta de implementação, em articulação com o Município de Óbidos, de um “Plano Intermunicipal de Transportes Urbanos das Caldas da Rainha e Óbidos (TOMA/OBI)”.

Proposta de reflexão prospectiva sobre o estudo publicado pela Revista Científica “Nature Communications” e do mapa interactivo , da autoria da ONG “Climate Central”, que apresenta as regiões portuguesas que se preveem ser afectadas pela subida do nível médio das águas do mar até 2050, nomeadamente o seu previsível impacto nas margens da Lagoa de Óbidos e na zona do vale Tifónico, desde a Quinta do Talvay até ao Chão da Parada, no Concelho das Caldas da Rainha

O Vereador Jaime Neto propôs uma reflexão prospectiva sobre o estudo publicado pela Revista Científica “Nature Communications” e do mapa interactivo dipsonibilizado no sítio da internet [https://ss2.climatecentral.org], da autoria da ONG “Climate Central”, que apresenta as regiões portuguesas que se preveem ser afectadas pela subida do nível médio das águas do mar até 2050, nomeadamente … More Proposta de reflexão prospectiva sobre o estudo publicado pela Revista Científica “Nature Communications” e do mapa interactivo , da autoria da ONG “Climate Central”, que apresenta as regiões portuguesas que se preveem ser afectadas pela subida do nível médio das águas do mar até 2050, nomeadamente o seu previsível impacto nas margens da Lagoa de Óbidos e na zona do vale Tifónico, desde a Quinta do Talvay até ao Chão da Parada, no Concelho das Caldas da Rainha