Os Vereadores do PS voltaram a questionar o executivo municipal e os serviços camarários relativamente à legalidade de um bairro abarracado na Rua da Ponte, junto ao Rio de Tornada em Salir do Porto, ocupando uma área de aproximadamente 12 800 m2 com cerca de 30 a 40 estruturas habitacionais (5)

Os Vereadores do Partido Socialista (PS), Luís Patacho e Jaime Neto, solicitaram informações e questionaram o executivo municipal e os serviços camarários, no seguimento da sua intervenção em reunião do Executivo Municipal de 2021/04/12, se já existe alguma informação ou se foi efectuada alguma diligência no sentido do apuramento da legalidade de um bairro abarracado na Rua da Ponte, … More Os Vereadores do PS voltaram a questionar o executivo municipal e os serviços camarários relativamente à legalidade de um bairro abarracado na Rua da Ponte, junto ao Rio de Tornada em Salir do Porto, ocupando uma área de aproximadamente 12 800 m2 com cerca de 30 a 40 estruturas habitacionais (5)

Os Vereadores do PS questionaram se é do conhecimento do executivo municipal e dos serviços camarários a existência de uma casa e tenda que se encontram dissimuladas no meio da vegetação e arvoredo num terreno junto ao Cencal

Os Vereadores do Partido Socialista (PS), Luís Patacho e Jaime Neto, questionaram se é do conhecimento do executivo municipal e dos serviços camarários a existência de uma casa e tenda que se encontram dissimuladas no meio da vegetação e arvoredo num terreno junto ao Cencal.

Os Vereadores do PS questionaram o executivo municipal e os serviços camarários relativamente à legalidade de um bairro abarracado na Rua da Ponte, junto ao Rio de Tornada em Salir do Porto, ocupando uma área de aproximadamente 12 800 m2 com cerca de 30 a 40 estruturas habitacionais (4)

Os Vereadores do Partido Socialista (PS), Luís Patacho e Jaime Neto,  questionaram o executivo municipal e os serviços camarários relativamente à legalidade de um bairro abarracado na Rua da Ponte, junto ao Rio de Tornada em Salir do Porto, ocupando uma área de aproximadamente 12 800 m2 com cerca de 30 a 40 estruturas habitacionais. Os Vereadores do … More Os Vereadores do PS questionaram o executivo municipal e os serviços camarários relativamente à legalidade de um bairro abarracado na Rua da Ponte, junto ao Rio de Tornada em Salir do Porto, ocupando uma área de aproximadamente 12 800 m2 com cerca de 30 a 40 estruturas habitacionais (4)

Os Vereadores do PS voltaram a solicitar a actuação rápida e eficaz dos serviços camarários, nomeadamente da fiscalização, para a identificação do responsável pela construção de uma moradia em tijolo junto à Foz do Rio Tornada, em área de leito de cheia, sem licenciamento municipal (3)

Os Vereadores do Partido Socialista (PS), Luís Patacho e Jaime Neto, voltaram a solicitar informações e questionaram o executivo municipal e os serviços camarários relativamente à situação da denúncia efectauda em reunião camarária de 2021/03/15 e 2021/03/22, nomeadamente se já foi notificado pelos Serviços de Fiscalização, o dono da obra sem projecto de licenciamento, junto à Foz do Rio de Tornada, … More Os Vereadores do PS voltaram a solicitar a actuação rápida e eficaz dos serviços camarários, nomeadamente da fiscalização, para a identificação do responsável pela construção de uma moradia em tijolo junto à Foz do Rio Tornada, em área de leito de cheia, sem licenciamento municipal (3)

É impreterível voltar a questionar a fábrica de rações sita no lugar do Avenal, nas Caldas da Rainha, que liberta na sua laboração um cheiro muito desagradável e um pó esverdeado que se aloja nas habitações confinantes e no espaço público (2)

Os Vereadores do Partido Socialista (PS), Luís Patacho e Jaime Neto, voltaram a solicitar informações e questionaram o executivo municipal e os serviços camarários relativamente à libertação de cheiros desagradáveis e de um pó esverdeado durante os períodos de laboração da Fábrica das Rações Avenal, sita no Lugar do Avenal, desta Cidade, pó esse que se aloja nas habitações confinantes e … More É impreterível voltar a questionar a fábrica de rações sita no lugar do Avenal, nas Caldas da Rainha, que liberta na sua laboração um cheiro muito desagradável e um pó esverdeado que se aloja nas habitações confinantes e no espaço público (2)