Intervenções dos munícipes na 3ª sessão pública ordinária da AM de 2016

Brasão_Caldas_da_Rainha

Na 3ª sessão ordinária da Assembleia Municipal das Caldas da Rainha de 21 de junho de 2016, houve intervenção da parte dos seguintes munícipes caldenses:

  • João Calvete, em nome do grupo GPS, proprietário da Sociedade dos Colégios Rainha Dona Leonor e Frei Cristóvão:
    • referiu que o grupo GPS sempre obteve o apoio necessário da parte da CMCR para o investimento feito há 10 anos atrás no negócio da educação nas Caldas da Rainha
    • observou que o grupo GPS tem um plano de negócios a 20 anos, que se encontra agora em risco com o corte dos financiamentos no âmbito dos contratos de associação por parte do Estado
    • referiu que da sua continuidade dependem 300 agregados familiares e 1500 alunos
    • Externato da Benedita não teve qualquer corte
    • 400 alunos fora do concelho das Caldas da Rainha
    • Equilíbrio da rede
  • Elsa Oliveira, do Colégio Rainha Dona Leonor, referindo que o Colégio não quer prejudicar as escolas públicas, e que tem 100 alunos com necessidades educativas Especiais
  • Helder Santos que apresentou um estudo apoiado num modelo finlandês sobre os jovens NIT
    • Globalização dos problemas da juventude
      • Há uma geração que não perspectiva uma vida melhor
      • Incerteza e dificuldade na criação de emprego e activação juvenil
      • Os jovens têm coisas para dizer mas não têm espaços para falar
  • Fernando Costa, ex-presidente da Câmara Municipal das Caldas da Rainha, que referiu a sua inteira disponibilidade para dar uma ajuda construtiva
    • Linha do Oeste
      • Houve uma reunião de autarcas em Loures, mas a segunda reunião está já a atrasar demasiado
      • Electrificação até Caldas reduz em 15 minutos a viagem até Lisboa
      • Troco da Malveira reduz ainda mais o tempo de viagem
    • Alargamento do Museu de Cerâmica (3000 m2)
      • Pavilhões do Parque como Museu da Cerâmica, porque os grandes movimentos de pessoas são da cultura hoje
      • O melhor Hotel nunca atrairá tantos visitantes como um Museu da Cerâmica
    • Colégios e escolas
      • Há 15 anos defendemos aqui uma nova escola, tendo o terreno sido vendido por €53 mil euros
      • muito preocupado que o Colégio Rainha Dona Leonor feche
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s