O “Céu de Vidro” é um espaço público muito relevante do património cultural e social das Caldas da Rainha !

     

O Vereador Luís Patacho solicitou que,  no seguimento de um encontro ocorrido com dirigentes e técnicos da Rede Europeia de Cidades Termais (European Historic Thermal Towns Association – EHTTA), no chamado “Céu de Vidro” no passado dia 11 de Janeiro, tendo em vista a preparação de uma candidatura a fundos comunitários para a elaboração de um Atlas Termal da Europa, seja clarificada a seguinte questão:

  • O chamado “Céu de Vidro”, elemento central do antigo Casino e posteriormente Casa da Cultura, irá continuar a ser um espaço público aberto ao público como  elemento privilegiado de articulação  entre o o Hospital Termal e o Parque D. Carlos I  ?
  • Ou irá ser, pelo contrário,  um espaço exclusivo do futuro hotel a construir nos Pavilhões do Parque?

Luis Patacho observou que, atendendo à sua grande carga histórica e social, de grande significado simbólico para todos os Caldenses, visitantes e turistas, é muito importante e inalienável  que se continue a usufruir daquele espaço como um espaço público de entrada no Parque D. Carlos I, dado que este constitui parte integrante do património cultural e social das Caldas da Rainha.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s