Declaração de voto sobre a  Contratação de Empréstimo para investimento – Financiamento Bancário de € 4.000.000,00

  

Os Vereadores Luís Patacho e Jaime Neto apresentaram uma declaração sobre a Contratação de Empréstimo para investimento – Financiamento Bancário de € 4.000.000,00

Declaração de voto sobre a  Contratação de Empréstimo para investimento – Financiamento Bancário de € 4.000.000,00

 (ponto 958/2018 da Reunião Camarária de 2018/07/02)

É inegável a absoluta necessidade da Câmara Municipal recorrer a financiamento bancário para poder executar os projetos discriminados nesta proposta de contratação de empréstimo, pois não tem condições financeiras que objetivamente lhe permitam suportar o custo deste investimento sem prejuízo sério da normal gestão do Município. Razão pela qual, com a devida honestidade intelectual, os vereadores do PS votaram a favor deste empréstimo bancário.

Todavia, contrariamente ao propalado pelo Senhor Presidente da Câmara acerca da férrea saúde financeira da Câmara, a verdade é que, cfr. tantas vezes temos dito, os sucessivos executivos camarários PSD não têm conseguido obter a receita necessária para fazer face ao investimento, por mais básico que seja. E isto porque a maioria insiste no mesmo tipo de gestão e de opções políticas típicas dos anos 80’, que não permitem ao Município arrecadar mais receita que a habitual há dezenas de anos. 

O que significa contrair empréstimos bancários sempre que se faz algum investimento.

De há 10 anos a esta parte, já considerando o valor muito significativo deste empréstimo (€ 4 000 000,00), o montante total pedido de empréstimo pela Câmara Municipal perfaz quase € 12 000 000,00. 

Ora, não olvidando que o recurso a financiamento bancário pode constituir um meio natural a qualquer Município para financiar o seu investimento, certo é que a frequência com que a Câmara das Caldas tem recorrido à Banca não deixa de começar a ser preocupante, sendo esta a quinta vez desde 2008 que assim acontece, e nunca antes por valores, sequer, próximos deste.

Ainda assim, por considerarem que a rácio de endividamento o permite e que sem este empréstimo não é efetivamente possível dar cumprimento à execução dos projetos em causa, os vereadores do PS votaram favoravelmente.

Caldas da Rainha, 02 de julho de 2018.

(Luís Miguel Patacho) (Jaime Neto)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s