Projecto de instalação do Posto de Atendimento ao Cidadão e Gabinete de Apoio ao Munícipe no edifício dos Paços do Concelho das Caldas da Rainha

O Vereador Jaime Neto  apresentou um conjunto de questões e reflexões criticas sobre a proposta de projecto de instalação do Posto de Atendimento ao Cidadão e Gabinete de Apoio ao Munícipe no edifício dos Paços do Concelho das Caldas da Rainha, ainda na fase de estudo prévio de arquitectura:

• O Estudo Prévio de arquitectura não apresenta uma estimativa do custo da obra e proposta de honorários;

• Por outro lado, o Estudo Prévio ainda não apresenta os projectos de especialidades, como é óbvio, mas deve desde já apontar as soluções previstas, nomeadamente relativamente à climatização, ventilação e segurança contra incêndios;

• Há vários aspectos críticos deste Estudo Prévio de arquitectura:

  • um desses aspectos é a questão da eficiência energética, nomeadamente os relacionados com a climatização e a ventilação
    • O edifício sede do município das Caldas da Rainha deverá adoptar, no meu entender, soluções exemplares de eficiência energética não só relativamente à iluminação como também relativamente à adopção de métodos de climatização e ventilação natural, tendo como objectivo a auto-suficiência energética do edifício;
    • Considerando que poderá haver 53 pessoas neste espaço (lotação máxima admissível), considero que é um erro a nova cobertura em vidro continuar a ser totalmente fixa, sem aberturas, o que, no meu entender, inviabiliza a desejável climatização, ventilação natural e a evacuação de fumos na eventualidade da ocorrência de um incêndio;
    • A própria tipologia do vidro não me parece adequada considerando que se trata de uma grande superfície envidraçada que terá de ter necessariamente uma limpeza regular;
    • nesse sentido, entendo que será mais adequado a escolha do vidro SGG Bioclean;
    • Penso que é desejável prever que alguns vãos da cobertura sejam de abrir, com comando eléctrico, favorecendo a climatização e ventilação natural em detrimento do ar condicionado.
    • Penso que seria desejável haver vãos envidraçados de abrir nas paredes exteriores deste espaço, criando pontos de vista do interior para o exterior e vice-versa;
    • A abertura de vãos envidraçados de abrir para o exterior é também, um elemento simbólico de transparência dos serviços prestados pela CMCR para com os cidadãos, para além de melhorar significativamente o ambiente de trabalho do ponto de vista psicológico;
    • Por outro lado, a abertura de vãos envidraçados de abrir nas paredes exteriores favorece a climatização e a ventilação natural em detrimento do ar condicionado.

Também entendo que é um erro fechar e isolar este espaço e não aproveitar esta oportunidade para ventilar de uma forma mais eficiente todo o edifício, considerando que a caixa de escadas é um espaço vertical imediatamente contíguo.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s