Mau funcionamento dos bebedouros do Complexo Desportivo Municipal ‘Abraço Verde’ e Mata Rainha Dona Leonor

Os Vereadores Luís Patacho e Jaime Neto observaram que a Câmara Municipal tem o dever de responder atempadamente às queixas recorrentes dos cidadãos relativamente ao mau funcionamento e falta de pressão de água nos bebedouros do Complexo Desportivo Municipal ‘Abraço Verde’, uma obra recentemente inaugurada, e também relativamente ao bebedouro junto ao Pavilhão Municipal da Mata Rainha Dona Leonor. Jaime Neto observou que já tinha chamado a atenção para este problema na reunião do executivo municipal do dia 2018/01/29.

Luís Patacho e Jaime Neto referiram que eles próprios são testemunhas de tal facto no exercício da prática de actividade física informal nestes espaços públicos.  Mencionaram que há pelo menos um bebedouro do Complexo Desportivo Municipal ‘Abraço Verde’ junto ao campo de futebol que não se encontra mesmo em funcionamento, assim como o bebedouro junto ao Pavilhão Municipal da Mata.  Os outros, tal como referem as queixas dos cidadãos, têm uma pressão de água irregular que afecta negativamente o seu funcionamento adequado, o que não é aceitável, considerando que se deve valorizar o desejo e a prática de actividade física informal por parte dos Cidadãos Caldenses, assim como de visitantes e turistas.

Luís Patacho e Jaime Neto solicitaram que seja verificada e corrigida a origem deste problema, averiguando se é um problema de instalação ou manutenção dos equipamentos, se é um erro de projecto ou de execução do mesmo, ou se resulta do mau funcionamento do sistema de abastecimento de água. Observaram que tal procedimento é fundamental para acautelar a ocorrência de tal facto no futuro, nomeadamente em novos projectos de investimento público em espaços de lazer e actividade física informal.

Jaime Neto observou também que os equipamentos de manutenção física destinados à actividade física informal, junto aos Complexo Desportivo ‘Abraço Verde’ , necessitam de mais e melhor manutenção, dada a sua utilização intensiva por parte dos Cidadãos, nomeadamente ao nível da sua lubrificação frequente.

Luís Patacho referiu da necessidade de se proceder ao corte de ervas daninhas na zona envolvente às piscinas municipais.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s