Qual é o número de utilizadores do TOMA que têm passes gratuitos?

O Grupo Municipal do Partido Socialista (PS), constituído por Jaime NetoPedro Seixas e Vânia Almeida, solicitou informações estatísticas atualizadas sobre a gratuitidade do transporte TOMA aos utentes com idade até aos 14 anos, inclusive, e para as pessoas com mobilidade reduzida; ou seja, questionou qual é o número de utilizadores do TOMA que têm passes gratuitos. 

O porta-voz do Grupo Municipal do PS referiu que esta questão vem na sequência de ter a experiência empírica dos seus alunos, que o levou a concluir que muito poucos caldenses conhecem esta medida política, que agora ganha mais atualidade e premência face ao aumento exponencial dos custos de energia e da inflação.

Mais disse que o PS entende ser urgente que o Município das Caldas da Rainha tenha um papel muito mais relevante e ativo neste processo de descarbonização da vida social e económica, sobretudo porque as Caldas da Rainha é a maior cidade do Oeste em população; tendo por isso o Município o dever de liderar este processo de transição, para uma aposta muito mais forte e incisiva nas politicas urbanas de promoção do investimento no transporte público.

Neste contexto, informou que é intenção da Oeste_CIM ser a autoridade sub-regional de transporte e promover a articulação de todos os meios de transporte em toda a sua região. 

Recordou que a gratuitidade do transporte foi uma proposta dos Vereadores do PS no anterior mandato autárquico, apresentada nas reuniões camarárias de 2018/07/02, 2019/02/182019/02/252019/03/18, para se incluir no orçamento municipal e grandes opções do plano de 2018 uma verba com essa finalidade. Informou que, no início, houve muita resistência, mas que acabou por ser aprovada dois anos mais tarde, na reunião camarária de 24/08/2020.

Por isso, reiterou que o Grupo Municipal do PS recomenda a criação e a implementação de uma campanha de divulgação alargada desta medida junto dos caldenses, nomeadamente, junto da comunidade escolar, de forma a incentivar e a cultivar uma nova cultura caldense de mobilidade urbana, assente na maior utilização dos transportes públicos e dos modos suaves, como a bicicleta e andar a pé.

Disse ainda que a empresa concessionária informa que os utentes com 14 anos não têm direito, mas está em crer que a medida aprovada em reunião de câmara de 2020 incluía os jovens de 14 anos de idade.

Deste modo, solicitou ao senhor Presidente da Câmara e aos serviços uma monitorização deste serviço prestado pela concessionária do TOMA e saber exatamente qual é que é o número de utilizadores que têm efetivamente passes gratuitos, pois tem a impressão que muitos poucos caldenses sabem desta possibilidade.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s